Deus, eu te entrego todos os meus sonhos, porque eu sei que se for da sua vontade, eles irão se realizar.
“Ei Luc, talvez essa seja realmente a última e eu queria poder me despedir, mas acho que já faz tempo que fizemos isso. Queria começar dizendo que te amo como comecei todas as outras, mas não sei se o que eu sinto agora é amor. Eu não sei mais o que sinto nesse buraco que nós cavamos esse tempo todo. O buraco continua se afundando mesmo com nós dois parados. Eu sinto um vazio, tão diferente de como você conseguia preencher tudo dentro de mim, inclusive nosso buraco. Sei que erramos. Você errou tanto comigo que eu não consigo mais parar de errar com você. Eu nunca fui perfeita, mas o que eu sentia, eu tenho certeza que era. Eu amava poder dizer “eu amo você” que agora não consigo mais. Eu não consigo mais pensar em você e sorrir porque as lágrimas estão tampando meus sorrisos, e é algo que não consigo controlar. Você que tanto dizia que eu estava nos braços errados, mas os seus que sempre foram os certos para mim, não me davam mais conforto, muito menos, segurança. Eu era feliz com você Luc, mas agora eu só consigo ser quando está aqui. A diferença de ser e estar, não me deixa mais pensar em nós como algo bom, algo que eu possa chamar de amor, que eu possa colocar na minha lista de “amores verdadeiros”. É estranho porque quando eu estava com você eu achava que você tinha sido o meu único. Imagina como está me doendo saber que era mentira? O nosso amor é mentiroso, mas o meu é verdadeiro e eu não sei o que dói mais. Não sei se dói saber que não sente o mesmo, ou saber que eu ainda sinto o mesmo que eu sentia a 1 ano atrás depois de tudo que devia ter me feito te odiar. Eu te amei e te fiz presente demais dentro de mim, e mesmo te odiando ainda continuou aqui, me fazendo enlouquecer. Eu enlouqueço a cada vez que penso em nós. Eu saio fora de mim quando eu penso que não vai me procurar quando acordar e nem me dar boa noite quando ir dormir. Eu convivo com a dor todos os dias tentando fingir que superei, mas o meu riso é desespero. Meu riso chama pelo seu e minha voz implora para se misturar com a sua. É difícil dizer adeus, porque eu começo me dispedindo e termino me declarando para fugir das palavras que me fariam seguir em frente. Eu sempre tentei fugir de tudo Luc, mas eu nunca consegui fugir de você, e mesmo que eu conseguisse, não tem como fugir do que se sente. Eu fugo de tudo, porque eu queria fugir com você.”

Não é mais nós dois, mas ainda é você, Luc.   (via desnortiada)
Você sabe o que sente, mas, finge que não sente nada, para tentar não sentir.

Orquestrando.   (via nobroke)

(Source: orquestrando)

Vivo na expectativa de que tudo melhore.

Marcello Henrique.  (via d-espreparado)

(Source: sou-inseguro)





Ela é Zica né